Nota de Desagravo

Por: Mirella

 

*A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) vem à público apresentar NOTA DE DESAGRAVO em desfavor dos candidatos ao Governo do Estado:  o governador em exercício, Belivaldo Chagas;  o senador Eduardo Amorim e o deputado Valadares Filho pelo desrespeito que cometeram contra as entidades do setor produtivo *: Acese, FIES, Fecomércio, Faese, Fórum Empresarial, Sincadise, Setransp, Assedis, Sescap e Sindesp e todos os empresários presentes no Painel de Desenvolvimento Econômico do Estado de Sergipe.

 

No dia *24 de agosto*, enviamos para todos os candidatos email-convite para participação no evento, no *dia 27* enviamos convites físicos, cujo prazo de resposta dado foi *dia 29*, cumprido pelos quatro candidatos divulgados em todas as peças de divulgação ( os acima citados e Milton Andrade).

 

*No dia 11 de setembro, tivemos uma reunião com os assessores dos candidatos para ajustes finais da realização do Painel – e todos assinaram uma ata de concordância com a presença e as regras no evento* – e na tarde do dia 17, faltando *poucas horas para a realização,  os supracitados começaram a disparar notas cancelando participação.*

 

Entendemos que nenhum candidato é obrigado a participar de qualquer evento que seja, entretanto, *faltou a eles compromisso e respeito pela classe empresarial e pelas entidades representativas, que geram emprego, renda e crescimento para o estado *e que infelizmente, a postura dos mesmos *só deixou mais evidente o sentimento de que o setor produtivo apenas é lembrado pela classe política por conveniência, quando se faz necessário o apoio financeiro que podemos dar. *

 

No mais agradecemos a todos os presentes em nosso evento, empresários, empreendedores, diretores de entidades e nossos parceiros pela presença e cuidado que tiveram ao longo do mês em somar forças para que um evento que trazia uma proposta diferente: não queríamos dedo em riste e acusações, mas sim proposituras, pudesse acontecer. 

 

Agradecemos também ao candidato Milton Andrade pelo compromisso que teve em manter sua agenda tal como havia sido combinada e divulgada, como também à imprensa, pela cobertura do evento e por fazer ressoar a nossa voz, a voz de uma classe que está cansada de sustentar uma política velha e obtusa.  

 

*Independente de quem ganhe esta eleição, saímos deste evento mais conscientes de que ambiente de negócios, geração de renda e emprego não é prioridade para os candidatos faltantes.   Aí está a importância do voto consciente para que as mudanças possam acontecer.*