Líderes e Vencedores

Prêmio Líderes e Vencedores 2009/2010

DESTAQUE COMUNITÁRIO


Entidade Pública ou Privada TV SERGIPE - Projetos Mãos Amigas

O projeto passou a integrar a produção do Departamento de Jornalismo da TV Sergipe em 2003, por iniciativa da equipe do telejornal SETV 1ª Edição, à época liderado pela editora-chefe Rosa Vasconcelos e pela chefe de redação Anna Paula Ferreira Cardoso. Hoje, Mãos Amigas tem como líderes a atual editora-chefe do SETV 1ª Edição, Glice Rosa e a chefe de redação Rosa Vasconcelos. O projeto tem por finalidade incentivar a solidariedade, reunindo pessoas representativas da sociedade sergipana em equipes competitivas para auxiliar instituições de reconhecido valor social. Nestes sete anos de atividade o Mãos Amigas através da gincana solidária já ajudou 16 instituições e três bairros de Aracaju.

 

Em 2008, o projeto foi dedicado aos três bairros da capital mais atingidos pela epidemia de dengue tendo como voluntários alunos, professores e diretores das escolas promovendo ações junto à comunidade, mobilizando moradores e levando informações de como limpar e evitar a proliferação do mosquito. Em 2009, uma segunda mudança fez com que fossem concentradas as atividades da gincana para ajudar uma única instituição que estava com dificuldades. Durante o período em que se desenvolve o Mãos Amigas, a TV Sergipe mostra diariamente no SETV 1ª edição  reportagens com o trabalho das equipes para ajudar as instituições. Todas as empresas, pessoas e instituições envolvidas têm os nomes divulgados sem qualquer investimento financeiro. A única contrapartida exigida é o trabalho voluntário para beneficiar as instituições.

 

O sucesso do projeto acontece através de competição saudável entre as equipes para verificar quem consegue mais donativos para as instituições. São adquiridos anualmente doações de toneladas de alimentos, roupas de cama, mesa, banho; reformas em prédios; depósitos de valores em dinheiro nas contas correntes; novos sócios voluntários que se comprometeram a contribuir, pelo menos, por um ano com uma mensalidade, e até veículos zero quilômetro e apartamentos já foram doados às equipes da gincana.É por estas e outras tantas razões que a TV Sergipe, através do Projeto Mãos Amigas, é a homenageada do Prêmio Líderes e Vencedores 2010 na categoria Destaque Comunitário Entidade Privada.

 

Pessoa Física Maria Lúcia Menezes

 

Aracajuana e filha de família nobre, com apenas seis anos de casada ela decidiu abrir mão de todos os bens materiais para se dedicar aos humildes e carentes de assistência material e espiritual. Religiosa, mãe de quatro filhos e cinco netos Maria Lúcia enfrentou críticas e muito preconceito para levar sua missão à diante. Inicialmente passava dias e noites nas ruas de Aracaju, nos presídios e na antiga Lixeira da Terra Dura ajudando moradores de ruas e famílias que trabalhavam colhendo sobras no lixão.

 

Hoje, 30 anos depois de iniciar sua peregrinação de trabalho em benefício dos irmãos carentes ela diz que sua Fé lhe trouxe onde está e assegura “no dia que minha fé acabar tudo isso aqui também acabará”. O trabalho atualmente não é feito na rua e tem nome certo “Projeto Casinha de Jesus”, onde ela e alguns amigos, apesar de não ter nenhum convênio municipal, estadual ou federal, distribui mais de 500 refeições diariamente, dá assistência a 200 crianças em sistema de creche e escolinha e ainda oferece saúde básica e especializada para os assistidos pelo projeto e para os moradores do bairro Santa Maria, onde está instalado o prédio da instituição. Com 13 profissionais de saúde de diversas especialidades que trabalham voluntáriamente, Maria Lúcia agradece diariamente pelas doações que mantêm um almoxarifado de farmácia com uma variedade de medicamentos suficientes para atender à demanda do trabalho. Ela também desenvolve junto com os voluntários um projeto de Farmácia Natural  no qual produz medicamentos para as crianças.

 

Entre os trabalhos realizados na comunidade ela promove cursos para geração de renda entre as famílias das crianças assistidas, dá orientação emocional e religiosa, oficinas de música, e principalmente amor e amparo para os mais necessitados. Ao ser informada da indicação para a premiação do Líderes e Vencedores Maria Lúcia pediu que não queria seu nome nem o seu trabalho divulgado. Ela prefere continuar trabalhando sem muita publicidade e afirma que “uma das exigências de seu coração é não vê os erros dos outros” e apenas ajudar aqueles que necessitam. É por estas e outras tantas razões que Maria Lúcia Menezes é a homenageada do Prêmio Líderes e Vencedores 2010 na categoria Destaque Comunitário Pessoa Física.

 

 

DESAQUE EMPRESARIAL

 

Setor do Comércio - Hugo Lima França

Nascido no município de Nossa Senhora do Socorro Hugo Lima França é empresário há 25 anos. Aos 18 veio trabalhar em Aracaju descarregando caminhão na rua Santa Rosa na empresa JC Barreto, ele também concluiu o segundo grau na capital, estudando no Colégio Costa e Silva. Ao falar de sua formação Hugo se diverte afirmando que seu único diploma é de Datilografia. Durante 15 anos se dedicou aos trabalhos na empresa, e por sua responsabilidade e compromisso chegou a ocupar a gerência da firma onde começou sua carreira profissional, saindo apenas para abrir seu próprio negócio no ramo atacadista, e assim iniciar sua própria história no comércio aracajuano.

 

Até os dias de hoje Hugo França trabalha no setor atacadista, mas ao longo dos anos também se dedicou a ações junto a diversas instituições e entidades de classe, como é o caso do Sindicato do Comércio Atacadista de Sergipe, onde está presidente até 2014, está presidente da Federação do Comércio e do Conselho do SESC/SENAC até julho deste ano. Hugo também é conselheiro do SEBRAE e ao longo dos anos frente a estas entidades sempre procurou desenvolver ações sociais de valorização dos trabalhadores do comércio sergipano, mantendo sempre a preocupação de fazer com que empregados e empregadores tivessem uma relação de responsabilidade social. Para Hugo, é imprescindível que os empresários olhem seus colaboradores como o caminho para o desenvolvimento de sua empresa e ofereçam melhores condições de vida para estas pessoas. Frente ao SESC/SENAC ele procurou ajudar entidades filantrópicas de Aracaju, como também interiorizar a instalação de creches para os filhos dos comerciários. Hugo foi idealizador de diversos projetos sociais nas comunidades onde o SESC/SENAC tem atuação.

 

É por estas e outras tantas razões que Hugo Lima França é o homenageado do Prêmio Líderes e Vencedores 2010 na categoria Destaque Empresarial – Empresário do Comércio.

 

Setor da Indústria Jairo Lima Carvalho

 

Nascido no município de Itabaianinha, em Sergipe Jairo Lima Carvalho, em 1949, aos sete anos começou trabalhar na roça com os pais. Aos 21 anos decidiu ir embora para São Paulo onde trabalhou por vários anos em bares, restaurantes e em uma empresa de ônibus.Depois de ser balconista por vários anos em uma empresa, ocupou a função de gerente e decidiu que precisava abrir seu próprio negócio. Em 1976, instalou uma pequena fábrica de camisas. O negócio foi se expandindo e Jairo nutria o sonho de empreender na sua cidade natal de modo a mudar a vida daquelas pessoas do interior onde nascera. A pequena fábrica se expandiu e passou a vender em varejo. Trabalhando junto com os irmãos, 30 anos após fundar seu próprio negócio Jairo decidiu que estava na hora de começar colocar seu sonho em prática. E assim deu início à criação de um pólo industrial em Itabainainha. O sonho se concretizou. A partir desse pólo industrial onde dezenas de fabriquetas costuram não só para a Grippon, mas para diversas marcas e grandes indústrias reconhecidas nacionalmente, Jairo mudou a vida de 4 mil conterrâneos que hoje tem emprego e renda. Esta mudança refletiu em toda cidade.

 

Apesar de não ter formação acadêmica, Jairo mostra que com a vida  aprendeu não somente construir, mas ajudar na construção de outros. Hoje, a família tem lojas em nove estados do país e Jairo continua avançando com seu sonho: ele agora promove cursos profissionalizantes de estilista, modelagem e outros do ramo, para os trabalhadores de Itabaianinha. Agora, 14 anos depois, e com duas das três filhas, atuando no setor e dando continuidade ao trabalho de Jairo, ele sonha fundar uma faculdade com diferentes opções de cursos ligados ao setor têxtil, permitindo cada vez mais o avanço de sua cidade natal.  É por estas e tantas outras razões que Jairo Lima Carvalho – da Confecções Grippon – é o homenageado do Prêmio Líderes e Vencedores na Categoria Empresário da Indústria.

 

Setor do Agronegócio

 

Geraldo Soares Barreto

 

Nascido em Aracaju em 1945, Geraldo Soares Barreto tem orgulho de ser sergipano e só deixou sua terra para estudar Agronomia Na Universidade Federal da Bahia – UFBA -, em Salvador. Aos 23 anos formou-se e retornou para Aracaju onde iniciou sua vida profissional prestando assistência técnica na área.  Foi prefeito do Campus da UFS, e teve participação ativa no processo de construção da Cidade Universitária. Desde então, Geraldo Barreto ocupou diversos cargos em instituições públicas, onde cresceu profissionalmente e se destacou por suas ações sociais e compromisso com o bem comum. A última entidade onde Geraldo atuou foi o Fórum Empresarial de Sergipe, onde foi coordenador em 2009.

 

Depois de um tempo ocupando funções junto a órgãos públicos Geraldo decidiu se dedicar exclusivamente às atividades em sua Fazenda Campo Verde onde desenvolve programas de engorda de bovinos com gestão empresarial e aplicação de tecnologias. Setor em que se destaca nacionalmente. Hoje, através do trabalho realizado por Geraldo, a Campo Verde é referência para Universidades e empresas de insumos, bem como na área de bem estar social animal. Enquanto no Brasil menos de 1% dos trabalhadores rurais tem carteira assinada, na Campo Verde os funcionários são amparados por todas as normas trabalhistas e previdenciárias, estimulo por produtividade, entre outros benefícios. Preocupado com o bem estar social de seus funcionários e com a qualidade do trabalho desempenhado na Fazenda Geraldo Barreto promove constantemente palestras e capacitações profissionais voltadas para a preservação ambiental, e outros temas ligados à fazenda. Com grande quantidade de árvores e bosques, que alem de sombra para os animais protegem a fauna, na fazenda também é rigorosamente proibido o mau trato dos animais. Gritos, correrias e uso de ferrões não existem na Campo Verde. Este comportamento traz resultados econômicos, sociais e emocionais para toda a equipe que trabalha com Geraldo Barreto.

 

Ele também administra a CEVALPEC – Uma empresa que comercializa com exclusividade subprodutos da fabricação de cerveja produzida pela AMBEV, como é o caso do gérmen de milho, levedura e cevada, todos destinados à alimentação animal. É por estas e outras tantas razões que Geraldo Soares Barreto é o homenageado do Prêmio Líderes e Vencedores 2010 na categoria Destaque Empresarial – Empresário do Agronegócio

 

Setor de Serviços

Eduardo Alves Mantovani


Mineiro, formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF –, Pós-graduado em Gestão da Qualidade e Engenharia Econômica, com MBA em Gestão Executiva Empresarial, está em Aracaju há 12 anos onde participou do processo de privatização da antiga estatal Energipe, hoje Energisa. Aos 54 anos, casado, e com duas filhas, Eduardo Mantovani já foi professor de diversas disciplinas e foi contratado pelo Grupo ENERGISA, onde já havia estagiado  e atuado com destaque suas função. Por se destacar profissionalmente, Mantovani, como é conhecido, percorreu diversos departamentos da concessionária, desde a área técnica da distribuição, passando pela área comercial, administrativa, como também no setor de geração de energia.

 

Após o projeto de privatização da ENERGIPE assumiu a Diretoria Técnica e Comercial da empresa e desde 2008, ocupa a cadeira de Diretor Presidente da ENERGISA. Função na qual se destaca pela preocupação e atuação em projetos de grande abrangência social. Entre estes projetos estão a troca de 1.378 geladeiras em casas de famílias de baixa renda; substituição de 7.516 lâmpadas e renovações de instalações elétricas internas através do Programa Energisa em Minha Casa que abrange o Bairro Santa Maria; a expansão de projetos que beneficiam moradores da Zona Rural também contou com o apoio de Mantovani, que tem reconhecimento por liderar ações de arrecadação de alimentos para vítimas das chuvas em Sergipe; apoio a instituições sociais como a APAE; apoio a realização de campanha de cirurgias corretivas de crianças e adolescentes com lábio leporino e fenda palatina e apoio à realização do IV Encontro Sergipana sobre Síndrome de Down, promovido pela Universidade Federal de Sergipe (UFS), entre outros projetos.

 

É por estas e outras tantas razões que Eduardo Alves Mantovani é o homenageado do Prêmio Líderes e Vencedores 2010 na categoria Empresário do Setor de Serviços.

 

DESTAQUE PROFISSIONAL  

Antônio César de Santana

 

Sergipano natural de Propriá, no Baixo São Francisco, Antônio César de Santana mudou-se para a capital para estudar, onde formou-se em Economia pela Universidade Federal de Sergipe – UFS - e com pós-graduação em Gestão Financeira pela Universidade Tiradentes – UNIT.  Aos 43 anos, Antônio César já está na Superintendência do Banco do Nordeste do Brasil em Sergipe desde março de 2008, mesma empresa onde começou sua carreira profissional em 1984, como bancário aprendiz. A partir de então César não parou de se destacar em suas funções profissionais junto ao BNB na cidade onde nasceu. Ocupou as funções de chefe de seção rural e chefe de setor operacional, ambas em Própria. Também foi Orientador de Crédito da CENOP-Aracaju. A competência, iniciativa e dedicação deste sergipano deram a ele a oportunidade de galgar uma grande carreira profissional chegando a ocupar a função de Gerente de Negócios das agências do Siqueira Campos e Centro; Gerente Geral do BNB nos municípios de Laranjeiras, Boquim e Itabaiana (SE), alcançando o topo de sua carreira como Superintendente Estadual em Sergipe.

 

Durante sua carreira como Gerente de Negócios e nas agências do interior, Antônio César se destacou pelas iniciativas e ações de apoio e incentivo ao desenvolvimento econômico das cidades e do Estado através do incentivo ao pequeno e médio empresário, além do apoio a projetos na área rural das regiões onde atuou.É por estas e outras tantas razões que Antônio César de Santana é o homenageado do Prêmio Líderes e Vencedores 2010 na categoria Destaque Profissional.    



Comente via Facebook