Notícias

Partido Novo e Acese definem últimos detalhes de Almoço com Negócios

 

A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) e o Partido Novo traçaram as últimas providências para a 4ª edição do Almoço com Negócios, em reunião nesta quinta-feira (28).  O evento, que acontecerá no dia 05 de julho, promete mobilizar o setor produtivo sergipano na apresentação das propostas do candidato à Presidência da República João Amoêdo, que falará ainda sobre as dificuldades de empreender no Brasil.

O presidente da Associação Comercial, Marco Aurélio Pinheiro, avaliou a reunião como extremamente positiva e defendeu o papel da entidade como protagonista de discussões importantes no estado. “Foi uma decisão muito acertada fazermos as edições extras com os candidatos à Presidência da República. Podermos proporcionar eventos desta magnitude, que sempre traz assuntos de grande relevância, é algo que engrandece ainda mais a nossa instituição, que sempre se posicionou a favor do setor produtivo e da sociedade como um todo”.

Uma das lideranças do Partido Novo em Sergipe e pré-candidata à deputada federal, Adriana Mallezan, elogiou a atuação da Associação Comercial, em abrir espaço, através de edições extras  do Almoço com Negócios, para que os candidatos apresentem suas propostas. “É importantíssimo esse envolvimento da sociedade como um todo, então o papel da Acese está sendo fundamental nesse sentido de levar o conhecimento à população de que existem sim novas opções, pessoas diferentes na política. A gente fica sempre reclamando que não existe novidade, que temos que votar no ‘menos pior’  e existe um projeto novo, que João Amoêdo é um dos fundadores. Uma pessoa com ideias realmente inovadoras, é o único partido que não usa recurso público, que faz um rigoroso processo de seleção para escolha dos candidatos, mas as pessoas precisam saber disso”, defendeu.

Uma das bandeiras do Novo, de acordo com o presidente do partido em Sergipe, Luiz Cláudio Alves de Souza, é trabalhar em prol da diminuição da carga tributária, redução da burocracia e fortalecimento do livre mercado. “O Novo é um partido que tem projeto. Queremos eleger um projeto e não pessoas. Defendemos a desoneração e o fortalecimento do livre mercado, a gente entende que só o livre mercado possa fazer com que a economia realmente prospere”, finalizou.

 

 

 

Publicado em 28/06/2018



Comente via Facebook