Notícias

Projeto de revitalização do prédio da ACESE é apresentado a parceiros

Marco Aurélio Pinheiro mostra instalações da sede a parceiros

Nova iluminação prevista no projeto de revitalização

Transformar a realidade do Centro de Aracaju. Com essa proposta, o empresário Marco Aurélio Pinheiro, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (ACESE), apresentou a parceiros a proposta de reforma e transformação da sede empresarial em um centro de serviços e negócios para a população que frequenta a região central da capital.

 

Para o presidente da ACESE, o centro comercial de Aracaju é o local ideal para a implementação dessa proposta. “A proximidade com o centro comercial, é importante para os meios de negócio e a ideia de integrar os serviços e a localização é fundamental para que a idéia seja abraçada”, afirmou Marco Aurélio Pinheiro.

 

Segundo Marco, a ideia é fomentar a região do Centro, onde passa um grande público. Para isso, será viabilizado um Centro de Serviços e Negócios, numa perspectiva associada a parceiros da ACESE, e faz parte de um processo de transformação completa pelo qual a entidade está passando para isso, o modelo de reestruturação será baseado num modelo colaborativo.

 

“Nosso objetivo é dar sustentabilidade da Associação Comercial, mantendo nossas memórias e dando vida ao Centro Comercial da capital, num processo de transformação com o pé no chão. Queremos algo que melhore o ambiente de negócio de vocês, que preste serviço a população e dê suporte aos nossos projetos. Temos que reconhecer nossas limitações”, explicou.

 

Para o superintendente do Banco do Nordeste em Sergipe, Antônio César de Santana, a ideia apresentada para o prédio da Associação é extremamente importante. “Estamos no miolo do nosso centro comercial e todos aqui possuem clientes em comum que podem usar o espaço”, afirmou. Além dele, a reunião contou com a presença de representantes de diversos parceiros, entre eles, o superintendente do Sebrae em Sergipe, Paulo do Eirado; o diretor presidente da Energisa em Sergipe, Roberto Carlos Currais; a presidente do Banese Card, Livia Carvalho Meireles; a diretora de Crédito e Serviços do Banese, Olga Maria Dos Santos Carvalhaes, além de representantes dessas entidades que acompanharam a apresentação e aprovaram a proposta.

 

Um espaço para todos

 

De acordo com Marco Aurélio Pinheiro, a proposta surgiu da necessidade de aproximar a Associação Comercial de Sergipe da população, enaltecendo a parceria entre ACESE e Sebrae. “Foi o SEBRAE que nos auxiliou com a pesquisa de campo de descobrimos que boa parte do entorno não sabe para que serve o prédio ou acha que não é para eles. Foi o retrato da pesquisa, precisamos trazer também o feirante, o pequeno e o médio empresário”.

 

O prédio da Associação Comercial de Sergipe foi inaugurado em 1926.

 

Da Assessoria de Comunicação

Publicado em 01/02/2019



Comente via Facebook