Notícias

Viabilização do projeto de revitalização do prédio da ACESE é debatido entre equipe e diretoria.

O Centro de Aracaju ganhará um espaço integrado onde cultura e empreendedorismo conversarão, levando em consideração as necessidades da classe empresarial e das pessoas que circulam na região. Assim está sendo pensado o projeto de revitalização e ocupação inteligente do prédio da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (ACESE), que se tornará um centro de serviços e negócios para toda a população, além de dar nova vida à região.

 

“Estamos pensando de uma maneira que o prédio, que tem sua importância histórica e social para a categoria empresarial e para a população do centro, preste um serviço ainda melhor para a sociedade e, para isso, poderemos unir cultura e utilidade pública, numa localização privilegiada para a sociedade”, explicou Bráulio Felizola, vice-presidente da ACESE.

 

De acordo com o arquiteto Lucas Lima, da Foco Arquitetura, o edifício transformará a região. “Revitalizar o prédio da ACESE é iniciar o processo de revitalização do Centro de Aracaju. Fortaleceremos os negócios e ampliaremos as oportunidades. Nossa ideia é transformar o edifício numa referência empresarial e cultural”, ressaltou. 

 

O objetivo do projeto de revitalização e ocupação inteligente é levar ao prédio uma série de serviços, melhorando o relacionamento entre a entidade e o público em geral ao torná-lo um Centro de Serviços e Negócios, numa perspectiva associada a parceiros da ACESE, e faz parte de um processo de transformação completa pelo qual a entidade está passando. Para isso, o modelo de reestruturação será baseado num modelo colaborativo, dando sustentabilidade ao prédio, inaugurado em 1926. 

 

Da Assessoria de Comunicação.

Publicado em 07/03/2019



Comente via Facebook