Notícias

Parceria entre empresários busca estimular a economia durante as festas juninas

Incentivar o turismo no Estado que já foi conhecido como “o país do Forró”. Com esse intuito, a pedido do presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese) e presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae em Sergipe, Marco Pinheiro, a Fecomercio-SE, por meio do seu presidente, o deputado federal Laércio Oliveira (PP), uniu representantes de diversas categorias empresariais na noite desta sexta-feira, 29. A proposta busca unir  e incentivar setores que investem ou pretendem investir em decoração para dar uniformidade aos festejos juninos, adotando a identidade, estimulando o turismo e o comércio. 

 

Segundo Marco Pinheiro, uma ação que pode estimular setores como o turismo e o comércio. “Adotar a identidade do período que é a cara de nossa cultura, que está intrínseco em nossa gente, é melhorar não apenas a economia, mas garantir a sensação de bem-estar para a qualidade de vida de quem está no comércio ou busca serviços”, explicou. Para o presidente da Acese, essa parceria é crucial para que a proposta dê certo. “Ficamos muito felizes em saber que, assim como abraçou a idéia do Natal Iluminado para incentivar a economia e estimular o espírito de Natal, a Fecomercio-SE está disposta a ter o mesmo engajamento, junto aos seus diretores e entidades parceiras. Precisamos fazer uma conexão dos investimentos que já acontecem nesse período, além de expandir essas ações a outros investidores para que, através dessa conexão, haja um estímulo ao turismo e à economia”, concluiu Marco Pinheiro.

 

O deputado federal Laércio Oliveira decidiu que a Fecomercio-SE abraçará a proposta. “Estou extremamente feliz com esse encontro de hoje. Não só para nosso público interno como o externo. Acredito que tenhamos um ambiente de negócios muito melhor quando o São João chegar e quando damos um exemplo como esse aqui, acredito que já tenha mudado tudo. Temos um dever de casa para fazer aqui”, afirmou.

 

Parcerias Público-Privadas

 

“Ficamos muito satisfeitos pela iniciativa da Acese e ainda mais satisfeitos por sabermos que líderes empresariais também consideram o turismo como ferramenta de enfrentamento da crise”, afirmou Antônio Carlos Franco, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotei e por entender que setores estão dispostos a estimular o momento para a economia, considerando que o turismo é uma ferramenta para enfrentamento da crise. “A hotelaria está disposta a entrar numa PPP para o espaço da Orla, pois o hotel é o primeiro termômetro para o turismo no Estado. O São João da Orla é o que atrai o turista e temos condições de fazer com grupos locais. Conte com a hotelaria para qualquer tipo de parceria”, afirmou.

 

Para Paulo do Eirado, superintendente do Sebrae em Sergipe, a proposta chega em boa hora. “Precisamos dar uma sacudida nesse clima que está instalado. Penso que a Câmara de Turismo da Fecomércio tem que chegar junto para que possamos fazer algo integrado dando uma abrangência muito maior”, explicou. 

 

Segundo Lúcio Flávio Rocha, vice-presidente da Acese, é preciso realizar uma construção de cultura com o São João em Sergipe e adotar um modelo de Parceria Público-Privada (PPP). “Sergipe já passou de fazer isso com o São João. Salvador já usa o modelo de PPP. É um modelo bem sucedido de mercado, mas é um modelo que se aplica no marketing de experiência. Se gera uma experiência mas não se dá um resultado imediato”, explicou. 

 

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju também mostrou-se receptivo à proposta. Segundo Raíssa Cruz, a idéia é abraçar o projeto. “No caso do transporte, sentimos um clima diferente na ação que fizemos no Natal Iluminado e via isso acontecer. Creio que teremos um clima semelhante”, ressaltou.

 

Presenças

Participaram da reunião proposta pela Acese, Brenno Barreto, presidente da CDL Aracaju; Maurício Oliveira, superintendente da Fecomercio em Sergipe; Antônio Carlos Franco, presidente da  Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Sergipe; José de Faro e Maurício Coutrim, representando Sindipese; Paulo do Eirado, Superintendente do Sebrae em Sergipe; Alex Garcês, presidente do Sincofase; Gilson Figueiredo, presidente do Sindlojas; Renato Alves da Silva Conselheiro Senac e diretor da Fecomércio, representando o Sindicato dos Representantes Comerciais e Lúcio Flávio Rocha, vice-presidente da Acese.

Publicado em 30/03/2019



Comente via Facebook