Notícias

Simpósio voltado a instrutores de tiro, atiradores e agentes do direito acontece com o apoio da ACESE

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (ACESE), Marco Pinheiro, prestigiou, no último sábado, 13, a abertura dos trabalhos do 1° Simpósio de Institores de Tiro, Atiradores, Operadores Táticos e do Direito, uma atividade que contou com o apoio, além da ACESE, do SEBRAE-SE, da Fecomércio-SE, da CDL Aracaju e do Movimento Brasil 200.

 

A atividade foi a primeira do gênero em Sergipe, uma espécie de embrião para novas ações. Para Pinheiro, um debate fundamental. “Com as mudanças no cenário da legalização do porte, da posse e da prática de tiro, é fundamental que atiradores, agentes de segurança pública e privada, além de instrutores, passem por momentos de formação que melhorem sua especificação”, explicou. 

 

Para o Major Cleidson Vasconcelos, ex-integrante da equipe de segurança da Presidência da República, “tendo em vista que diz respeito à segurança de todos nós é importante que todos tenham acesso a este tipo de informação, e a ACESE e o SEBRAE estão ampliando o espectro para que todos tenham acesso a esse tipo de informação”, afirmou.

 

O agente especial da Polícia Federal, Humberto Wendling, professor da Academia Nacional de Polícia, destacou a importância do debate para forças de segurança. “Esse debate é importante para entender que a arma não é um campo de força que vai impedir que o perigo se aproxime dele. Pesquisas mostram que quase 400 policiais são mortos fora do serviço. O debate serve tanto para o não-policial como para o policial também”, argumentou Wendling.

 

Segundo Marcelo Soares, presidente da Federação Sergipana de Tiro Esportivo, o apoio da ACESE e do SEBRAE foram fundamentais para que o evento acontecesse. “Esse evento coloca a Federação num patamar muito mais elevado, mesmo sendo nova”, ponderou.

Publicado em 15/07/2019



Comente via Facebook